A corrida de Mérida, orelha para Ventura e triunfo do Aposento da Chamusca

O Grupo de Forcados Amadores da Chamusca actuou também nesta corrida, concretizando três pegas à primeira tentativa.

Com uma praça completamente cheia e um cartaz de “no hay billetes”, viveu-se uma tarde agradável em Mérida.

Diego Ventura recebeu ovação no primeiro do seu lote e orelha no segundo.

Horácio Casas escutou palmas em ambos os toiros que lidou.

Santiago Zendejas cortou um troféu no primeiro e escutou palmas no segundo.

O jovem David Cesa escutou ovação.

Grande actuação cheia de galhardia, do Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Chamusca com três pegas ao primeiro intento. Foram caras Francisco Montoya, Francisco Andrade e João Saraiva,

Lidaram-se toiros de Rancho Seco e José Julián Llaguno,

Destacou-se ainda nesta corrida o novilheiro Roberto Gómez que, ao entrar a matar o segundo toiro do lote de Horácio Casas, deixou uma espectacular estocada que, de imediato fez cair o toiro, o que lhe valeu uma clamorosa volta.

Perante este emotivo momento, Diego Ventura ofereceu a lide a um novilho no próximo dia 5 de Janeiro, na corrida de aniversário da cidade de Mérida.

 

Artigos Similares

Destaques