Plaza México: Em oito toiros, apenas uma orelha para Sérgio Flores (com vídeo)

Lidavam-se oito toiros da emblemática ganadaria de Xajay na quarta tarde da Temporada Grande de 2017/2018 na Monumental Plaza México e apenas uma orelha foi cortada — cortou-a Sérgio Flores.

Correu-se um curro de Xajay bem apresentado, mas de pouca entrega e bravura, nada favorável a boas prestações de toureio. Alguns exemplares com mais bravura e classe que outros, mas, em termos gerais, tratou-se de um curro que ficou aquém das expectativas — e o resultado foi evidente: em nove toiros que saíram à arena de Insurgentes (pois ainda saiu um sobrero), só uma orelha foi cortada.

Sérgio Flores esteve firme, calhando-lhe em sorte um toiro que inicialmente aparentava ser de boa colheita, mas que ao longo da faena foi decaindo no seu comportamento. No entanto, reinou a sua firmeza, cortando a única orelha da tarde na Monumental Plaza México.

A Sebastián Castella, cabeça de cartaz e que pisava a arena de Insurgentes com o intuito de triunfar em benefício das vítimas dos terramotos, calharam-lhe talvez os melhores dois toiros do curro lidado de Xajay. Todavia, não foi além dos aplausos.

Ginés Marín foi o matador com menos sorte no que a toiros diz respeito — saíram-lhe em sorte dois toiros sem transmissão e as suas duas faenas não tiveram história. Foi silenciado em ambas as lides.

Luís David Adame recebeu o quarto toiro da tarde, um exemplar de Xajay bastante maleável, mas que infelizmente não soube aproveitar do melhor jeito. Depois, teve menos sorte com o último da tarde, de jogo irregular e complicado. Foi aplaudido no primeiro e silenciado no último toiro do seu lote.

 

https://www.facebook.com/LaPlazaMexico/videos/380979888996704/

 

 

 

Fotografia: La Plaza México

Ultimos Artigos

Artigos relacionados