El Payo fica um mês sem tourear depois da arrepiante voltareta na México

O matador de toiros mexicano terá que ficar pelo menos um mês de repouso para recuperar das lesões que sofreu na Praça México.

A colhida ocorreu no passado domingo, durante a quarta corrida da temporada grande da Praça México.

O matador de toiros sofreu uma arrepiante voltareta quando iniciava a faena de muleta ao segundo da ordem, um perigoso toiro da ganadaria Xajay.

diestro recolheu de imediato à enfermaria mas voltou minutos depois para terminar a lide, com visível esforço físico.

Já não conseguiu lidar o quinto, como lhe cabia, devido à lesão no peito, que se revelaria posteriormente, a fractura da nona e décima costelas.

Apesar de ter iniciado a corrida com uma elevada quantidade de analgésicos, as dores que sofreu logo após a voltareta foram tão fortes que impediram mesmo El Payo de continuar.

Uma nuvem negra parece pairar por cima desta jovem promessa que se revestia em expectativa para o público da monumental mexicana e que o fazia repetir na corrida inaugural e logo na quarta corrida do abono.

Naquela primeira, que teve lugar em 11 de Novembro (corrida que ficará imortalizada pelo indulto de “Fantasma” por Diego Ventura) o matador sofreu uma cornada na coxa direita que rasgou a pele e que alcançou 25 centímetros numa primeira trajectória e outros 10 na segunda trajectória, tendo sido submetido a operação cirúrgica.

Payo que brindou a lide à equipa médica nesta quarta corrida (no domingo dia 2 de Dezembro) ficará agora em repouso obrigatório para recuperar da lesão nas costelas e também da anterior cornada de que ainda não estava totalmente curado.

 

Foto: Cultoro

Artigos Similares

Destaques