Amadores de Santarém: Referência na arte de Pegar Toiros

Mais de um século de actividade ininterrupta (104 anos) fazem do Grupo de Forcados Amadores de Santarém o mais antigo e, porventura, a mais importante referência da Arte de Pegar Toiros.

Na quinta-feira, estarão no Campo Pequeno para pegar um curro imponente da ganadaria Murteira Grave, uma das de maior prestígio no mundo taurino, que este ano comemora as suas “Bodas de Diamante”.

É profunda a ligação da família Murteira Grave ao grupo de Forcados Amadores de Santarém, por onde passaram já, ao longo de três gerações, oito dos seus elementos, dois dos quais como cabos: Carlos Grave (1981-1996) e o actual, João Grave (desde 2016).

Em 1942, fardou-se pela primeira vez pelo grupo, aquele que viria a ser o titular da ganadaria, Joaquim Murteira Grave. Posteriormente, os seus filhos João Grave, Manuel Grave e Joaquim Grave (actual ganadero), além de Carlos Grave, vestiram igualmente a jaqueta deste grupo.

Netos de Joaquim Murteira Grave são os forcados, Miguel Grave Navalhinhas, António Grave de Jesus (já retirado) o atual cabo, João Grave e o forcado Joaquim Grave II.

Nesta importante apresentação no Campo Pequeno, o grupo dos Amadores de Santarém irá competir com os Amadores de Coruche, capitaneado por José Macedo Tomás.

A lide equestre está a cargo dos cavaleiros João Ribeiro Telles, Francisco Palha e Luís Rouxinol Jr.

Ultimos Artigos

Artigos relacionados