Peru: Roca Rey abre a porta grande de Acho na reaparição de Manzanares

O quinto espectáculo da Feira do Senhor dos Milagres de Acho, em Lima, capital do Peru, marcava o regresso às arenas de José María Manzanares — todavia, foi Andrés Roca Rey quem obteve um triunfo gordo.

O cartel era constituído por José María Manzanares, que reparecia depois da suspensão da sua actividade em Agosto desde ano em virtude de uma delicada intervenção cirúrgica à cervical, Andrés Roca Rey e Rafael Serna, que confirmava alternativa. Lidaram-se toiros de García Jiménez, La Ventana del Puerto e El Olivar, de bom jogo, destacando-se o primeiro lidado por Serna.

Andrés Roca Rey, que jogava em casa, desde cedo prendeu o público limenho. Assinou duas faenas brilhantes, cortando três orelhas numa tarde triunfal — duas ao seu primeiro toiro e uma ao segundo. Abriu a porta grande da Monumental de Acho.

José María Manazanares, apesar de tudo, teve uma feliz reaparição na Feira de Acho, cortando uma orelha ao seu primeiro toiro, da Ganadaria de El Olivar; contudo, mostrou a sua arte de maneira completa no segundo toiro do seu lote.

Rafael Serna, que confirmava a alternativa das mãos de Manzanares, cortou a sua primeira orelha enquanto matador de toiros ao seu segundo toiro da tarde, sendo porém silenciado no primeiro toiro da tarde, com que abriu praça.

FICHA DO FESTEJO

  • Praça de Toiros de Acho de Lima (Peru), 5.ª Corrida da Feira do Senhor dos Milagres de 2017
  • Toiros de García Jiménez, La Ventana del Puerto e El Olivar
  • José María Manzanares: orelha e ovação
  • Andrés Roca Rey: duas orelhas e orelha
  • Rafael Serna: silêncio e orelha

 

 

 

 

Fotografia: Cope

Ultimos Artigos

Artigos relacionados