México: Guillermo Hermoso de Mendoza corta três orelhas em Cholula

O jovem rejoneador navarro Guillermo Hermoso de Mendoza voltou a deixar ontem bem claro que podem começar a contar com ele para os grandes eventos, ao cortar três orelhas numa corrida mista realizada na localidade de San Andrés de Chochula (Puebla, México).

O cartel era constituído pelo seu pai, Pablo Hermoso de Mendoza, que executou duas boas faenas, mas que, em virtude de ter estado menos bem a matar, não foi além de dois aplausos; como assim pelos matadores Sérgio Flores, que cortou uma orelha ao seu primeiro toiro da tarde, e Leo Valadez, que realizou também duas lides bem rematadas, embora a sorte não lhe tenha sorrido na altura de matar, ficando-se somente pelo silêncio no seu primeiro toiro e pelas palmas no segundo.

Foram toureados oito toiros da ganadaria de Marrón, bem apresentados e de jogo variado.

Ao cortar duas orelhas ao primeiro toiro do seu lote e depois uma ao segundo, Guillermo Hermoso de Mendoza saiu em ombros pela porta grande.

 

 

 

 

 

 

 

Fotografia: Aplausos

Ultimos Artigos

Artigos relacionados