Grave e Juanito cantam a bandeira azul e branca em terras de Espanha 

 Por Miguel Ortega

Grave e Juanito cantam a bandeira azul e branca em terras de Espanha

  • 9 de abril de 2022, Higuera la Real
  • Corrida de Toiros
  • Matadores: Antonio Ferrera, Miguel Angél Perera e João Silva “Juanito”
  • Ganadaria: Murteira Grave
  • Praça Cheia

 

Sábado, 9 de Abril o hino da Maria da Fonte foi cantado por terras de Espanha com bandeiras de Portugal bem erguidas!

O curro de Murteira Grave foi um compêndio de bravura: dois com pedido de indulto, um de volta ao ruedo e o Maioral foi obrigado pelos presentes que enchiam os tendidos da bonita praça extremeña, a dar a volta ao ruedo com Juanito, tal foi o mancial de bravura dos de Galeana.

Antonio Ferrera, é o toureiro! De princípio a fim tenta mostar os toiros… o primeiro foi colocado de praça a praça na primeira vara e o pupilo de terra portuguesa arranca como um raio ao cavalo de terras de Espanha…  e o público entra nesta corrida que fez história. Mais uma vara mais em curto… o português disse que o fundo lhe faltava e tinha gasto toda a gasolina no cavalo, Ferrera tentou exprimir a pouca água do oponente. Uma orelha só ao alcance dos eleitos.

Se acabei o anterior parágrafo a falar de eleitos, vou começar este por eleitos… o que se passou na bonita praça de Higuera é história… O bravo Alcântara e Antoñito Ferrera puseram os tendidos boca a bajo..  público entregue ao maior esplendor da Festa… Bravura, emoção e arte.. o toureio chamado à máxima expressão! Olé.

Perera teve uma daquelas tardes que só as grandes figuras do toureio conseguem… No primeiro tapou defeitos e cantou virtudes…. Faena grande onde os naturais tiveram sabor e a embarcar as investidas pela direita tiveram mando, sacando tudo a um toiro encastado e que vendeu cara a morte.

O quinto foi o toiro, o toiro sonhado, produto final de qualquer ganadero. Perera, aproveitou tudo o que o guapo castanho tinha… Capote e muleta mostram as virtudes desta figura. Madre mia como embarcou aquelas envolvidas, como reproduziu aquilo que lhe vai na alma. Como es grande el toreo…

Juanito, quer ser e vai ser figura!

Com o terceiro teve a paciência, a alma e a virtude de lidar para mim o mais complicado dos seis… teve um par de… soube estar no sítio dos eleitos e deixando a muleta na cara do burel conseguiu um par de tandas de nota.

No último depois do que se tinha visto por duas figuras do toureio… “o nosso” não se veio abaixo e lidou de maneira arrebatadora, dos eleitos, em redondo e ao natural, rematando com passes de peito ou de desprecio. O que foi aquele remate de obra. Armou um lio!

Praça Cheia, uma tarde para mais tarde recordar.

Juan y Murteira continua edilio.

Ultimos Artigos

Artigos relacionados