Isaac Fonseca brilha na novilhada de Conde de Mayalde

  • 9ª Corrida de San Isidro | 16 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

Isaac Fonseca brilha na novilhada de Conde de Mayalde

Novilhos de Conde de Mayalde, bem-apresentados e desiguais de comportamento, destacando o bravo quinto, para Santana Claros (Silêncio e Silêncio), Isaac Fonseca (Ovação e Volta ao Ruedo) e Álvaro Burdiel (Silêncio e Ovação)

Santana Claros andou esforçado diante do primeiro novilho da tarde, mas a faena acabou por não romper. No quarto teve igual sorte, não havendo grandes momentos de destaque.

Isaac Fonseca demonstrou a vontade e as ganas que se pedem a um novilheiro que quer romper neste mundo tão difícil. Nota-se que quer e que pode e teve uma importante tarde em Las Ventas. Em primeiro lugar deparou-se com um novilho justo de forças, que não lhe permitiu grande luzimento. Ficou na retina a disposição do toureiro. No quinto, o novilho contribuiu para uma grande faena do novilheiro mexicano. Esteve valente e encantou Las Ventas. Infelizmente, dois pinchazos antes de uma boa estocada fizeram com que perdesse o prémio, existindo ainda assim petição de orelha.

Álvaro Burdiel, que se apresentou em Las Ventas, não teve sorte no terceiro da ordem e a faena não resultou. No último da tarde, entendeu o novilho e realizou uma faena recheada de temple, que agradou ao público de Madrid.

 

  • 8ª Corrida de San Isidro | 15 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

Orelha para Curro e Álvaro mas marcou Ginés

Toiros de El Parrelejo, bem-apresentados e de comportamento desigual, para Curro Díaz (Ovação, Silêncio e Orelha), Álvaro Lorenzo (Silêncio e Orelha) e Ginés Marín (Ovação após colhida)

Curro Díaz esteve correto e realizou uma lide agradável diante do primeiro do seu lote, um bom toiro. No segundo do seu lote, quarto da ordem, a lide não atingiu o patamar da primeira. Ainda assim andou esforçado. No último da corrida, que matou por Ginés Marin, que foi colhido, realizou aquela que foi a melhor das suas três lides. Cortou uma orelha.

Álvaro Lorenzo esteve correto com o primeiro do seu lote, destacando-se com séries ao natural pelo pitón esquerdo. No seu segundo, realizou uma boa lide que, após o remate com uma grande estocada, resultou numa petição maioritária de orelha. Cortou uma orelha.

A tarde de Ginés Marín ficou marcada por uma séria colhida que sofreu durante a lide do terceiro da ordem, com a muleta, tendo apesar disso seguido com a lide, com atitide de grande “verguenza torera”, até estoquear o astado. Segundo o relatório médio, sofreu uma cornada de duas trajetórias, uma ascendente de 25cm e uma transversal de 20cm. Foi pelo seu próprio pé para a enfermaria e não pode tourear o segundo do seu lote.

 

  • 7ª Corrida de San Isidro | 14 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

Pouco para contar na primeira de rejoneo de San Isidro

Toiros de Fermín Bohórquez, bem-apresentados e de comportamento desigual, sendo nota dominante do curro a falta de transmissão, para Sérgio Galán (Silêncio e Ovação), Leonardo Hernández (Ovação e Ovação) e Juan Manuel Munera (Silêncio e Ovação)

A passagem de Sérgio Galán por Las Ventas teve o seu ponto alto na lide do quarto da ordem, ao qual realizou uma boa lide, em que teve a preocupação de fazer tudo bem feito, cravando de frente e com reuniões ajustadas. Perdeu o troféu com o rojão de morte. Andou discreto na sua primeira atuação

Leonardo Hernández realizou uma faena interessante ao primeiro do seu lote, segundo da ordem. Andou bem montando o Calimocho, com o qual empolgou o público de Madrid. No quinto da ordem, toiro mais reservado, a faena não atingiu o nível da anterior.

Juan Manuel Munera sorteou o pior lote da corrida. Ainda assim, andou desembaraçado e realizou duas lides corretas.

 

  • 6ª Corrida de San Isidro | 13 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

Alejandro Talavante corta orelha no Mano-a-Mano

Toiros de Jandilla, bem-apresentados e de comportamento desigual para Alejandro Talavante (Silêncio, Orelha e Silêncio) e Juan Ortega (Silêncio, Silêncio e Silêncio)

Alejandro Talavante realizou uma faena séria ao seu primeiro, ainda que sem romper. No seu segundo, relaizou uma faena que veio a mais e aqueceu as bancadas de Las Ventas. No último da tarde, esteve discreto.

Juan Ortega andou discreto toda a tarde, sem chegar aos tendidos. Sorteou um lote complicado, que não lhe deu granfes opções.

 

  • 5ª Corrida de San Isidro | 12 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

Tarde sem história na corrida de El Torero

Toiros de El Torero e Montealto (sobrero), de apresentação irrepreensível e desiguais de comportamento para António Ferrera (Silêncio e Silêncio), Daniel Luque (Silêncio e Silêncio) e Gonzalo Cabellero (Silêncio e Silêncio)

António Ferrera realizou uma faena breve diante do seu primeiro, que cedo procurou o refúgio das tábuas. No segundo do seu lote, voltou a abreviar faena.

Daniel Luque realizou uma primeira lide de pouco luzimento, dado que o toiro não lhe facilitou a tarefa. No seu segundo, o toiro também pouco permitiu e a faena não teve história.

Gonzalo Caballero que foi obrigado a saludar montera en mano após o passeillo teve igual sorte e também teve que abreviar diante do seu primeiro. No seu segundo, a faena também não teve história.

 

  • 4ª Corrida de San Isidro | 11 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

El Juli a uma estocada da porta grande

Toiros de La Quinta, bem-apresentados e de bom comportamento na generalidade, para Morante de la Puebla (Silêncio e Silêncio), El Juli (Orelha e Volta ao ruedo) e Pablo Aguado (Silêncio e Silêncio)

Morante de la Puebla esteve esforçado diante do seu primeiro e, ainda que sem conseguir ligar os passes, deixou uma série de muletazos de boa nota. No quarto, toiro mais complicado, abreviou faena.

El Juli foi o claro triunfador da tarde. Realizou duas lides de excelente nota, com naturales daqueles que fazem parar os relógios e, neste caso, que fizeram levantar dos assentos o público que encheu por completo a Monumental de Las Ventas. Foram duas lides, embora diferentes, dadas as diferentes características dos oponentes, que chegaram com força aos tendidos e que encantaram Las Ventas. Foi, talvez, a melhor tarde de El Juli em Las Ventas.

Pablo Aguado começou bem a sua primeira faena por naturales, mas a mesma veio a menos, não chegando ao público. No último, a faena não teve história.

 

  • 3ª Corrida de San Isidro | 10 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

Javier Cortés corta orelha na corrida de El Pilar

Toiros de El Pilar, bem-apresentados e desiguais de comportamento, destacando-se o bom primeiro da ordem, para Javier Cortés (Orelha e Silêncio), Tomás Campos (Silêncio e Silêncio) e Francisco José Espada (Ovação e Silêncio) 

Javier Cortés teve uma lida bastante boa diante do primeiro toiro de seu lote, toiro bravo. Esteve firme e pelo pitón direito alcançou os melhores momentos da sua prestação. Rematou a faena com uma grande estocada e cortou uma orelha. A sua segunda faena veio a menos e não alcançou o nível da primeira. 

Tomás Campos andou esforçado no primeiro do seu lote, mas a faena não rompeu. No quinto da ordem, a história repetiu-se, tendo o toureiro sorteado o pior lote da corrida, com muito poucas opções. 

Francisco José Espada levou a efeito uma primeira prestação séria e na qual revelou boas maneiras e vontade de agradar. Rematou com uma boa estocada e foi ovacionado, após leve petição de orelha. No último da corrida levou a efeito um toureio de cercanias onde mostrou ganas de triunfo. Falhou com a espada.

 

  • 2ª Corrida de San Isidro | 9 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

Novilhos de Los Maños em bom plano

Novilhos de Los Maños, bem-apresentados e de bom comportamento na generalidade para Carlos Dominguez (Silêncio e Silêncio), Arturo Gílio (Ovação e Ovação) e Guillermo García Pulido (Aplausos e Aplausos), todos eles na sua apresentação em Las Ventas.

Carlos Dominguez não esteve à altura do primeiro novilho do seu lote, um bom novilho no qual a falta de experiência do novilheiro foi notória. No quarto da corrida, esteve em plano superior e entendeu da melhor maneira o novilho que lhe tocou em sorte.

Arturo Gílio teve uma tarde redonda na Monumental de Las Ventas. Duas faenas de bastante mérito resultaram em duas leves petições de orelha, nenhuma das quais correspondida pela presidência. Foi colhido na lide do quinto da ordem.

Guillermo García Pulido realizou uma primeira atuação em que o público acabou por não entrar. No último da corrida realizou uma faena longa e com alguns bons pormenores, ainda que sem romper.

 

  • 1ª Corrida de San Isidro | 8 de maio de 2022 | Autor: Tiago Correia

Álvaro Lorenzo corta a primeira orelha de San Isidro

Toiros de Montalvo, bem-apresentados e cumpridores, para Daniel Luque (Silêncio e Volta ao Ruedo após petição), López Simón (Ovação e Silêncio) e Álvaro Lorenzo (Silêncio e Orelha)

Daniel Luque esteve redondo durante toda a tarde. Lidou da melhor maneira possível ambos os toiros do seu lote, com destaque bastante positivo para a sua segunda lide em que esteve extraordinário. Rematou com uma boa estocada e o público pediu-lhe com força a orelha, petição essa não correspondida pela predisência.

López Simón realizou uma faena ao primeiro do seu lote que, embora a qualidade da atuação, a mesma não chegou ao público e este não correspondeu. No quinto da ordem, com o toiro a ir a menos, a faena não teve história.

Álvaro Lorenzo teve azar no sorteio no que toca ao primeiro do seu lote, e esteve bastante por cima do seu oponente, mas a faena não alcançou o nível sonhado pelo matador. No último da corrida, sofreu uma voltareta na primeira série por derechazos. Esteve bastante bem na atuação. Rematou com uma estocada e o toiro rodou sin puntilla. Cortou a primeira orelha da Feria de San Isidro.

Ultimos Artigos

Artigos relacionados