Tarde de Pipas

22.06.2017 – 1.º da Feira de São João, Badajoz

Enrique Ponce

José María Manzanares

Andrés Roca Rey

Ganadaria de El Pilar

 

O arranque da feira de San Juan, em Badajoz, não podia ter sido mais monótono, nem o habitual calor insuportável se dignou a aparecer nos tendidos do Coso de Pardaleras, talvez já prevendo o aborrecimento.

A praça registou meia entrada, a sombra, para assistir a uma corrida sem casta, sem força e dois dos exemplares mesmo anovilhados de presença, da ganadaria salmantina de El Pilar (encaste Juan Pedro Domecq – Aldeanueva – El Raboso).

Sem qualquer tipo de opções, sem força, mas sobretudo sem casta e raça, os touros deitavam-se a meio das faenas.

Tércios de varas e bandarilhas rápidos, discretos e sem brilho.

A paciência de Enrique Ponce, Manzanares e Roca Rey não foi suficiente para animar a tarde, silêncio e saludos nos tércios até ao sexto, ao qual Roca Rey trocou uma orelha por uma cornada, premiando a sua entrega na hora de matar, para não sair de vazio e estragar a média da corrida.

Para além dos protestos dos espetadores, dos pasodobles tocados generosamente numa tentativa de empurrar os toureiros, os ruídos mais ouvidos foram mesmo a abertura dos sacos de pipas e o roer daquelas salgadas sementes, porque a tarde estava para isso, para pipas.

 

https://vimeo.com/222747000

 

 

foto: fit tauromaquia

Artigos Similares

Destaques