Situação quase regularizada entre ANGF e os Grupos de Forcados

Até ás 9h00 do dia de hoje, 21 de abril, são uma minoria os Grupos de Forcados que continuam sem entregar a documentação exigida pela Associação Nacional de Grupos de Forcados (ANGF).

A falta de documentos, nomeadamente os contratos das corridas realizadas pelos grupos de forcados nas temporadas 2015 e 2016, foram tema de destaque durante toda a semana. Ao que parece a situação foi diariamente actualizada pela ANGF, e foram muitos os grupos que mostraram estar impunes da suspensão a que estavam sujeitos.

No entanto e consoante comunicado emitido, hoje, pela ANGF continuam em falta os seguintes grupos:

 

Temporada de 2015:

GFA do Ap. do Alandroal

Temporada de 2016:

GFA do Ap. do Alandroal

GFA TT Montijo

 

A ANGF afirma em comunicado, que não é dever da associação consultar ou analisar quais foram os espectáculos tauromáquicos que os Grupos de Forcados realizaram. Cabendo esta obrigação única e exclusivamente aos cabos dos grupos de forcados.

 

Ultimos Artigos

Artigos relacionados