Polícia francesa detém dois antitaurinos por enviarem cartas com lâminas

Os suspeitos, um antitaurino de Herault e outro de Castelarrasin, estão sob supervisão judicial e aguardam julgamento, marcado para Junho. Foram ambos acusados de “violência e feridas com armas, premeditação e reunião”.

As cartas foram enviadas a mais de cinquenta pessoas, entre as quais Juan Bautista, Julien LescarretSimón Casas, já em Fevereiro do ano passado. No entanto, foram também enviadas a praças de toiros e aficionados membros de clubes taurinos. O tesoureiro do Observatório Nacional das Culturas Taurinas de França foi um dos visados, tendo até cortado a mão.

 

 

 

Fotografia: D.R.

Ultimos Artigos

Artigos relacionados