Polémica em Bilbao com Ferrera e bandarilhas “espanholas”

Decorria a segunda Corrida das Generales em Bilbao, quando a polémica se instalou no quinto toiro da ordem e segundo do matador Antonio Ferrera. O matador brindava ao público presente o par de bandarilhas com as cores da bandeira espanhola, quando se escutaram alguns assobios e o toureiro acabou por não bandarilhar.

Como é do conhecimento público, a cidade de Bilbao é um município da comunidade autónoma do País Basco, que constantemente reivindica a sua independência face ao território espanhol. Terá sido esta a principal causa para a contestação do público às cores das bandarilhas que o matador Antonio Ferrera se preparava para utilizar.

No entanto, quem não ficou agradado com esta contestação foi o próprio matador, que de imediato tomou a decisão de não bandarilhar e mais tarde fez declarações para o Canal Toros.

Parte do público não respeitou Espanha. Eu respeito muito todos e sou espanhol. Que me julguem pela forma como estou diante do toiro. Tem que existir respeito. Isto é Espanha e eu sinto-me muito espanhol. Por isso peço respeito, e que me julguem como toureiro.”

Veja o momento insólito a partir do minuto 4.48 no vídeo que se segue:

https://www.youtube.com/watch?v=GKAHHLQ5Ai8

foto: el mundo

Artigos Similares

Destaques