Manolete é Filho Predilecto da Cidade de Córdoba

O emblemático matador de toiros Manuel Rodríguez “Manolete” foi intitulado, a título póstumo, como Filho Predilecto da Cidade de Córdoba, numa cerimónia que decorreu ontem no Palácio de Orive, em Córdoba, depois de a decisão ter sido unanimemente tomada pelo Município a 16 de Novembro.

O evento contou com a presença do ilustre arquitecto espanhol Fernando Savater que, no seu discurso, exaltou sublimamente a figura daquele que, para muitos, foi o melhor toureiro da história da tauromaquia: “O heroísmo de Manolete não é apenas a sua coragem e valor dentro da praça — o seu heroísmo foi-lhe dado pelo povo. O povo precisa de heróis e não apenas de alguém que faça bem as coisas, necessita também de quem tenha magia, enigma, mistério e redenção. O povo olhava para Manolete como um toureiro moderno, como um herói actual que era simultaneamente adorado e odiado. Havia nele uma mistura de sentimentos — umas vezes dava para a loucura, outras vezes podia a fonte de todos os males”.

Pilar Soria Molina, sobrinha de Manolete, foi quem recebeu o título das mãos da alcaide de Córdoba, Isabel Ambrosio, tendo no seu discurso agradecido o reconhecimento da cidade, não escondendo o seu orgulho.

Isabel Ambrosio, alcaide de Córdoba, frisou que “a memória de Manolete segue viva e é fonte de inspiração”, acrescentando que “Córdoba rende assim a mais merecida das homenagens a um dos seus cidadãos universais”. A autarca finalizou o seu discurso dizendo que “esta cidade devia-lhe esta homenagem, uma vez que se trata de uma figura que representou para muitos, durante o período obscuro do pós-Guerra Civil, a fé no homem”.

 

 

 

 

 

 

 

Fotografias: Aplausos

 

 

 

Artigos Similares

Destaques