Joaquim Grave apresenta e descreve os cartéis da Feira de Mourão

O ganadeiro Joaquim Grave, promotor dos festivais taurinos da Feira da Senhora das Candeias em Mourão, que inauguram oficialmente a Temporada de 2018 em Portugal, descreve em comunicado os cartéis da edição deste ano.

Leia o comunicado abaixo:

É com satisfação que apresentamos mais uma Feira Taurina de Nossa Senhora das Candeias.
No dia 1 de Fevereiro de 2018 teremos os novilhos de Manuel Calejo Pires, uma ganadaria nova mas com muita qualidade. Actuam dois cavaleiros: o Francisco Palha, que não deixa de ser um jovem veterano e que na passada temporada rubricou actuações extraordinárias que o podem levar ao topo do escalafón já em 2018; e o jovem David Gomes, que vem apontando excelentes qualidades e que tomará a alternativa este ano de 2018.
A pé, toureia o Juan Leal, um matador de toiros francês já com tarimba e uma enorme vontade de triunfar em todas as praças. O João D’Alva, um dos novilheiros mais destacados da temporada passada; o Manuel Perera, recente triunfador da oportunidade aos jovens na Praça de Vistalegre em Madrid; e, por último, o jovem Luís Silva, que surpreende pelo seu virtuosismo.
Pega o Grupo de Forcados Amadores de Santarém que não precisa de apresentação e moldura magnificamente o cartel.
No dia 4 temos um elenco excelente, em que a essência do cartel se traduz em três matadores veteranos com imensa torería e um selo de arte (“Cuqui de Utrera”, Curro Díaz e “El Cid”) e três jovens matadores a romper com toda a qualidade que se lhes reconhece (José Garrido, Manuel Dias Gomes e Joaquín Galdós). Os novilhos serão de Murteira Grave.
Os estilos dos seis toureiros são bastante diferentes, facto que considero essencial para termos um Festival bem variado e de qualidade.
Com desejo de Bom Ano para todos, espero vê-los em Mourão.

 

 

 

 

 

 

 

Ilustração: Tauronews

Ultimos Artigos

Artigos relacionados