Gonçalo Louro: “O melhor momento foi a comemoração dos 50 anos”

Em conversa com a Tauronews, Gonçalo Louro, cabo dos Amadores de Portalegre, revela que o grupo precisa de rodagem e de fazer mais corrida, por isso, o ano 2020 vai ser um ano de muitas mudanças para o grupo alentejano.

Tauronews: Como correu a temporada 2019 para o grupo? Quantas corridas realizaram?

Gonçalo Louro: A época de 2019 foi uma época atípica no ponto de vista do número de corridas, realizamos apenas 5 espectáculos. Uma temporada marcada por muitas tentativas que eu justifico pelo facto de serem poucas as corridas, muito distanciadas e o grupo claramente a acusar “falta de rodagem” .

Qual a corrida que destaca desta temporada?

Este ano destaco duas corridas. Ambas marcadas pelo sentimento e por relembrar muitos bons momentos vividos. Uma foi a 6 de Junho, a Corrida de Homenagem a Joaquim Bastinhas realizada no Campo Pequeno, uma corrida marcada pelo sentimento, por emoções fortes e por muitas recordações que o nosso amigo Joaquim Bastinhas deixou na tauromaquia e em particular ao GFAP. A outra corrida foi, em Setembro, em Portalegre, na comemoração dos 50 Anos. Uma corrida com muito sentimento em que tivemos fardados cerca de 80 elementos e mais uns quantos na bancada a recordar os momentos que viveram com a Família do Grupo de forcados Amadores de Portalegre.

Qual foi o forcado revelação ou que destaca, dentro do grupo, nesta temporada?

Todos os anos na nossa Gala de Natal elegemos o Forcado revelação do Grupo e este ano não vai ser excepção. Esta temporada temos duas ou três revelações, jovens que se querem afirmar como forcados. Jovens que querem estar ao lado de forcados experientes e consagrados que temos no seio do grupo.

Que momento, melhor ou pior, realça da temporada em geral?

O pior momento foi uma lesão que tivemos. Quando pegávamos na praça da Nazaré o forcado Rui Pombo ao tentar pegar o nosso primeiro toiro, facturou uma perna ficando o resto da temporada afastado das arenas.

O melhor momento foi a comemoração dos 50 anos, a corrida, o jantar e o relatar de memórias vividas pelas várias gerações que passaram pelo grupo ao longo destes 50 anos.

Quais os planos para temporada 2020?

Planos para 2020- O principal objectivo é aumentar o número de corridas. Com poucas corridas nenhum grupo de forcados consegue exibir a arte de pegar toiros da melhor forma porque faltam corridas, falta rodagem, falta entrosamento entre forcados. 2020 será um ano de mudança para o Grupo de forcados Amadores de Portalegre. Temos alguns planos para dar “volta ” a este problema com que temos deparado nos últimos anos. Num dos distritos que têm mais praças de toiros edificadas, este ano pouco mais de uma dezena de espectáculos houve. Persistem praças fechadas ano após ano, e nós GFAP somos dos grupos que mais sofre com isso. Numa tauromaquia de “troca e baldrocas“ cá vamos persistindo com a nossa seriedade, não entrando nesses “esquemas” e, por isso, fazendo poucas corridas.

 

Artigos Similares

Destaques