Festival Taurino dos 85 Anos de Fundação dos Amadores de Vila Franca: Cabo Ricardo Castelo

O cabo dos Amadores de Vila Franca, Ricardo Castelo, pede a presença dos aficionados amanhã em Vila Franca de Xira. São várias as gerações de forcados que vão estar presentes na Praça de Toiros “Palha Blanco” no Festival dos 85 Anos de Fundação do Grupo.

 

 

9ª Parte – Épocas 2010 a 2016

2010 Seria o primeiro ano de Cabo de Ricardo Castelo. A corrida de Maio em Vila Franca, com um difícil curro de Vale do Sorraia foi o lançamento definitivo para o resto dessa época, fruto de exibição bastante consistente. No Colete Encarnado em Vila Franca, uma corrida bastante séria e dura de Oliveira e Irmãos. Todo o Grupo teve de se empregar para efetuar as 4 boas pegas dessa tarde. Em Setembro, ocorre uma digressão inédita para o Grupo de Vila Franca, que pela primeira vez atua na Califórnia. No regresso, mais uma grande noite caraterística do Grupo de Vila franca que sempre “cresceu” nos grandes momentos. Um curro de Campos Peña, com uma média de pesos bem superior a 600 kg e as boas prestações de todo o Grupo, coroaram mais um triunfo numa noite para “forcados”. Chegou a corrida de Terça-Feira Noturna da Feira Anual de Outubro em Vila Franca com o momento da noite a ser a despedida, após pegar o 4º toiro da corrida, da ganadaria Jorge de Carvalho, do forcado Luis Santos “Cagaréu”.

Foi com uma corrida séria de Canas Vigouroux que abriu a temporada em Maio de 2011 na Palha Blanco e a confirmação da qualidade exibicional foi demonstrada nas 2 corridas seguintes, na Marinha Grande, frente a toiros Palha, com Rui Graça receber o prémio da “Melhor Pega” e no início de Junho no Campo Pequeno, com toiros Pinto Barreiros. A 25 de Junho em Torres Vedras, Diogo Pereira “Ruço” vence o prémio para a “Melhor Pega” numa corrida com toiros Canas Vigouroux e em Julho, 2 boas corridas pelo Colete Encarnado e uma grande lição de valentia do Grupo de Juvenis comandados pelo experiente “Professor” Pedro Dotti, na Garraiada da Sardinha Assada perante toiros com presença para qualquer Grupo de forcados sénior. Na Corrida de sexta-feira da Feira Anual de Outubro, pegou-se um curro muito sério de Manuel Coimbra com grande exibição para o Grupo de Vila Franca e o destaque maior para a enorme pega do forcado Pedro Castelo, naquele que foi certamente o momento “alto” da temporada na “Palha Blanco”. Na corrida de Terça-Feira Noturna, 3 toiros Miúra e 3 toiros Palha, a “Palha Blanco” esgotou ao fim de 19 anos e ocorre mais uma grande demonstração de classe em praça, por parte do Grupo de Vila Franca. Após o encerramento da época, foram várias as distinções de que o Grupo foi alvo, nomeadamente o site taurino “Naturales-Tauromaquia” e o programa radiofónico da RDP Internacional “O Triunfo da Festa”, elegendo o Grupo como “Triunfador da Temporada”. O Clube Taurino Vilafranquense que considerou a pega de Pedro Castelo em Outubro como a “Melhor Pega da Época na Palha Blanco” e atribuiu um “Reconhecimento Especial” ao Grupo pelas 2 grandes atuações da feira de Outubro, na praça Vilafranquense.

O ano de 2012 é de celebração dos 80 anos de Fundação do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira. Em 1 de abril decorreu um Festival na Palha Blanco comemorativo dos 80 anos de Fundação do Grupo que contou com a presença em praça de 74 forcados, entre atuais e antigos. No dia 6 de maio na “Palha Blanco”, o Grupo de Vila Franca tem mais uma exibição “épica” contra 3 poderosos toiros Canas Vigouroux. No final do mês de junho, foi inaugurada no Museu Municipal de Vila Franca de Xira, uma exposição intitulada “80 anos do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira”. A época prossegue com exibições muito positivas, destaque para as corridas de domingo de “Colete Encarnado” em Vila Franca, corrida “Correio da Manhã” no Campo Pequeno, Salvaterra de Magos, Nazaré e Abiul. Em 16 de agosto na Arruda dos Vinhos, efetuou-se uma corrida de Homenagem ao forcado Ricardo Silva “Pitó”, na passagem do 10º aniversário do momento mais triste da História do Grupo de Vila Franca. A 20 do mesmo mês, o Grupo de Vila Franca voltou a enfrentar, em Samora Correia a dureza de mais um manso poderoso de Canas Vigouroux que deixou vários forcados lesionados. No mês de Outubro, o Grupo de Vila Franca em colaboração com a Câmara Municipal de Vila Franca lança o livro “80 anos da Fundação do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira”. Na Terça-Feira Noturna desta época, Diogo Pereira “Ruço” abandona o ativo como forcado do Grupo de Vila Franca. O Grupo foi alvo de inúmeras homenagens e prémios neste final de temporada, nomeadamente, os sites “Naturales-Tauromaquia” e “Farpas Blogue”, os programas radiofónicos “Três Tércios” da “Radio Portalegre” e o “Triunfo da Festa” da “RDP Internacional”, as tertúlias ” Alhandra a Toureira”, “Tertúlia Taurina do Rio Tejo”, a decana “Os Almoçaristas” e o ” Retiro Taurino”, além dos clubes “Clube Taurino Vilafranquense” e “Real Clube Tauromáquico Português”, com prémios de triunfadores da temporada para o Grupo e individuais, para pegas de excelência de Ricardo Castelo e Pedro Castelo. Por fim, o blogue “Forcado Amador” promoveu uma votação envolvendo 34 cabos de grupos de forcados focada na nomeação para várias categorias, tendo o grupo de Vila Franca sido contemplado com 2 distinções, o de melhor rabejador atribuído a Carlos Silva (“Carlos do Sobral”) e o de melhor Grupo da temporada.

No primeiro mês de 2013, uma triste ocorrência marcou profundamente todo o Grupo. O falecimento da Madrinha Dnª. Maria Victória Lourenço Lopes, um momento de grande pesar que levava desta vida uma Grande Senhora e tudo o que representava para a vivência do Grupo de Vila Franca. A temporada iniciou-se de feição com boas atuações na abertura do Campo Pequeno, concurso de ganadarias em Vila Franca e Feira de Maio na Moita do Ribatejo. Em Alcácer do Sal, o Grupo sentiu a dureza de um curro de “Monteviejo” (Patas Blancas) mas logo em Salvaterra de Magos, com toiros Palha, Bruno Casquinha vence o prémio para a “Melhor Pega” e no Campo Pequeno, mais uma exibição consistente frente a um curro de Canas Vigouroux. A corrida de Terça-Feira Noturna foi apoteótica para o cavaleiro António Ribeiro Telles, lidando 6 toiros em solitário com o Grupo de Vila Franca a abrilhantar uma grande noite. Foi mais um final de época que contou com várias distinções, prémios individuais e coletivos. Realce para o blogue “Forcado Amador” que voltou a promover a votação envolvendo 34 cabos de grupos de forcados, tendo o grupo de Vila Franca sido contemplado novamente com as distinções de melhor rabejador para Carlos Silva (“Carlos do Sobral”) e de melhor grupo do ano na época 2013.

2014 Iniciou-se de feição com Rui Godinho a vencer o prémio para a “Melhor Pega” na Corrida do Tomate em Salvaterra de Magos. Grandes tardes de pegas frente a curros de Veiga Teixeira em Vila Franca e Varela Crujo em Alcácer do Sal, onde João Villaverde vence o prémio para a “Melhor Pega”. No Colete Encarnado, mais uma extraordinária exibição com poderosos toiros de David Ribeiro Telles e a época prossegue com um êxito no Campo Pequeno diante de toiros Cunhal Patrício, tarde dura em Abiúl com um curro de António Silva e jornadas de grande sucesso novamente no Campo Pequeno e Coruche. Na feira anual de Vila Franca, na Terça-Feira Noturna, uma última pega para despedida do grande forcado João Pedro Bento “Petróleo” após 22 épocas ao serviço do Grupo. Mais uma vez o blogue “Forcado Amador” promoveu a votação envolvendo 34 cabos de grupos de forcados na nomeação para várias categorias e o Grupo de Vila Franca foi novamente contemplado com 2 distinções, a votação para melhor rabejador, através de Carlos Silva (“Carlos do Sobral”) e a distinção de melhor grupo da temporada 2014, ambas as distinções pela 3ª vez consecutiva, desta vez empatando com o Grupo de Montemor como “Grupo do Ano”.

Na temporada 2015, o Grupo atua em Maio na Palha Blanco e demonstra que continua a atravessar um excelente momento com uma prestação de grande competência frente a um curro sério de Veiga Teixeira conquistando o “Prémio João Diogo Villaverde” para a “Melhor Grupo em Praça”. Nas Caldas da Rainha, o Grupo enfrenta um duro curro de António Silva e vence as dificuldades com grande estoicismo de todos os elementos. Em Ferrel, numa corrida que o Grupo pegava 6 toiros em solitário, fica a nota de um dos toiros ter fugido da arena para o exterior da Praça e antes que algum problema grave ocorresse, os elementos do Grupo apressaram-se a ir pegar o toiro fora da Praça, devolvendo-o à arena. Em Coruche, já em Setembro, o Grupo esteve imponente diante de poderosos toiros de Veiga Teixeira, numa corrida emocionante, para “Forcados”. A corrida de Outubro da Terça-Feira Noturna em Vila Franca foi a digna “Noite de Exaltação ao Forcado” com que é apelidada. Nessa noite ocorreu a despedida de 2 grandes forcados com longas carreiras de sucesso no Grupo, após pegarem os seus toiros, Pedro Castelo e Bruno Casquinha e o Grupo esteve digno do momento em competência e valentia.

Na época 2016 sucede um dos mais esperados momentos dos últimos anos com o regresso ao Campo Pequeno para pegar em solitário uma corrida de 6 toiros, com um curro Canas Vigouroux, numa noite em que o Grupo de Vila Franca demonstrou uma maturidade e competência notáveis de todos os elementos chamados a atuar. No Colete Encarnado de Vila Franca, o extraordinário forcado Ricardo Patusco pega um toiro e despede-se, com uma carreira longa e cheia de grandes momentos, sempre no Grupo de Vila Franca. A corrida de homenagem ao Pitó é efetuada em Alcochete numa noite de grandes pegas frente a um poderoso curro de Canas Vigouroux. As corridas da Feira de Vila Franca são o digno corolário de uma temporada muito bem conseguida, através de 2 grandes atuações. Na corrida de Terça-Feira Noturna, após pegar um toiro, despede-se mais um grande forcado, Emanuel Matos “Manu”. No final desta época, o Grupo é distinguido com vários troféus e homenagens, entre os quais o “Grupo triunfador da época 2016 no Campo Pequeno” pelo blogue “Farpas” em conjunto com o restaurante “Volapié” e o site “Naturales” assim como a “Tertúlia Festa Brava” da Azambuja consideraram o Grupo de Vila Franca como “Grupo de Forcados triunfador da temporada 2016”. Apesar de atravessar um profundo processo de renovação de forcados, o Grupo de Vila Franca consegue manter inalterados os elevados níveis de atuação.

Ultimos Artigos

Artigos relacionados