Faleceu o antigo matador mexicano Juan Silveti

O antigo matador de toiros mexicano Juan Silveti Reynoso faleceu anteontem, Véspera de Natal, vítima de uma doença pulmonar que o afectava desde há dez anos, aos 88 anos de idade na sua propriedade em Salamanca (Estado de Guanajuato, México).

Juan Silveti nasceu na Cidade do México, em 1929, e provinha de uma grande e conceituada dinastia de toureiros e era pai dos também matadores David e Alejandro Silveti e avô de Diego Silveti.

Tomou a alternativa na Monumental Plaza México em 1950, apadrinhado por Fermín Rivero e tendo como testemunha o matador português Manuel dos Santos, numa tarde em que se lidaram toiros da Ganadaria de La Laguna.

Confirmou a alternativa na Praça de Las Ventas, em Madrid, no ano de 1951. Voltou a ter o testemunho de Manuel dos Santos, mas foi aqui apadrinhado por António Bienvenida, numa corrida em que foram lidados toiros de Sánchez Cobaleda.

Da carreira de Silvetii, destacam-se as quatro orelhas cortadas em Madrid a 25 de Maio de 1952.

Todavia, teve uma carreira precoce enquanto matador, uma vez que teve de abandonar as arenas depois de uma gravíssima colhida na Praça de Toiros de Linares já nos finais da década de 60, passando desde então a dedicar-se à gestão das carreiras dos seus filhos e neto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotografia: El Mundo

 

Ultimos Artigos

Artigos relacionados