Dia 26 todos a Lisboa!

Crónica

Exmos Senhores

Esta é a altura ideal para reunir as hostes da Tauromaquia! Com tantas discriminações que temos sofrido que apenas têm o intuito de tentar acabar com a nossa Cultura através da imposição da ditadura do gosto por gente sob a capa de um falso animalismo pretendem protagonismo e mediatização à custa de uma Arte secular que está bem enraizada no espírito do povo português.

A Cultura Tauromáquica tem séculos de história e com ela a evolução do Toiro de Lide, animal único, de características especiais que nunca poderá ser considerado um animal doméstico ou domesticado como os ignorantes pretendem fazer crer.

Hoje, os ataques chegam de diversas organizações anti-taurinas , personalizadas na Figura de João Moura. Por um erro não se pode esquecer toda uma carreira de glória, de levar o nome de Portugal pelo mundo, pelas alegrias que deu a milhões de pessoas. A história não se paga por um erro nem se pode massacrar alguém que erra. Chega de mentiras, chega de canalhice!

A hora é de reunir e de ordeiramente defender a Cultura Tauromáquica. Forcados que verdadeiramente tenham honra em vestir a Jaqueta de Ramagens deverão ser os primeiros a estar na linha da frente dia 26 de Agosto no Campo Pequeno. Mas também todos mas todos os aficionados!

Nesse dia não pode haver partidários deste ou daquele Toureiro mas tão somente partidários da Defesa da Cultura Tauromáquica. Nesse dia estaremos a defender a nossa História e todo um passado que nos devemos orgulhar, recordando os grandes confrontos na arena que Moura teve com Mestre João Núncio, com Mestre David Ribeiro Telles, com Mestre Batista, com Luís Miguel da Veiga, com Zoio, com os Peraltas, com Emídio Pinto, com Manuel Jorge de Oliveira, com Paulo Caetano, com Joaquim Bastinhas, com João Ribeiro Telles, com António Telles,  com os Domeqs, com Cartagena, com João Salgueiro, com Pablo Hermoso de Mendoza, com inúmeros Matadores e muitos mais que sempre se bateram dentro da arena para nos dar as alegrias e as memórias que nos fazem viver intensamente a Tauromaquia.

Lembrar também seu irmão Benito, o seu Tio António e seu Pai que sempre estiveram a seu lado. O passado glorioso de todos é que nos faz viver o presente almejando um futuro de continuidade da nossa Festa.

É por tudo isto e muito mais que todos devem dizer: PRESENTE! Apoiar esta corrida não é defender algum erro cometido mas sim a história da nossa Tauromaquia e do Toureio a Cavalo, dos Forcados e do Toiro de Lide.

É neste dia que estamos obrigados a marcar a diferença e exaltar todos estes nomes que atrás referi e outros de que me tenha esquecido . Dia 26 não será apenas uma noite de homenagem a um nome mas sim a defesa de toda uma Cultura, de uma história de glória da Tauromaquia portuguesa.

Escrevo-vos porque estou cansado de tanta injustiça , de tanto ataque sem nexo e farto de estar muitas vezes só a batalhar por uma causa que é nossa! Associações da Tauromaquia, Grupos de Forcados, Cavaleiros, Matadores, Bandarilheiros, Aficionados e amigos devem estar presentes!

Encher o Campo Pequeno neste dia é uma obrigação e um dever que temos apenas para com João Moura mas principalmente com a nossa consciência de aficionados!

Espero que ninguém arranje desculpas para não estar presente nesse dia 26. Não há desculpa possível…

Termino com uma frase do Dr. Vasco Lucas e com a devida vénia :” um Toureiro sempre regular é como a vida sem desacordos, isto é, não interessa”. Quem nunca errou que atire a primeira pedra…

O meu bem haja  principalmente a Moura e a todos quanto lhe deram competição dentro das arenas! A memória alimenta-me do espírito e dá-me forças para continuar lutando.

Ultimos Artigos

Artigos relacionados