Corrida de Gala em Salvaterra de Magos

Salvaterra de Magos, 28 de Julho de 2017

XV Tourada Real à Antiga Portuguesa

6 Toiros da Ganadaria Veiga Teixeira

Cavaleiros:

Luis Rouxinol

João Moura Jr

João Telles Jr

Forcados:

Grupo de Forcados Amadores de Alcochete

Grupo de Forcados Amadores de Salvaterra 

1º Toiro Nº 538 / 590 Kg

Luis Rouxinol fez uma boa lide, num toiro que transmitia.

Cravou três ferros compridos e três curtos, terminando com um bom ferro de palmo.

Pelos Forcados Amadores de Alcochete, João Machacaz efectuou uma boa pega ao primeiro intento. O toiro arrancou com pata, o forcado esteve correcto e foi bem ajudado pelo grupo.

 

2º Toiro Nº 536 / 470 Kg

João Moura Jr cravou dois compridos e cinco curtos de boa nota, terminando com um bom ferro de palmo.

Pelos Forcados Amadores de Salvaterra, Carlos Travessa efectuou ao terceiro intento.

 

3º Toiro Nº 531 / 500 Kg

João Telles Jr cravou a ferragem da ordem, tendo andado correcto, mas levando dois toques fortes na sua montada.

Pelos Forcados Amadores de Alcochete, Pedro Viegas efectuou ao primeiro intento.

 

Ao intervalo foram homenageados por Sua Excelência o Sr. D. Duarte de Bragança:

– Os Bombeiros Voluntários de Salvaterra;

– Os cavaleiros e forcados intervenientes no espectáculo;

– O empresário Rafael Vilhais;

– O empresário agrícola Sr. José Cardoso da Costa.

 

4º Toiro Nº 500 / 490 kg

Luis Rouxinol cravou dois ferros compridos, tendo tido alguma dificuldade na colocação do segundo.

Para a colocação dos curtos, o Maestro de Pegões teve que pisar terrenos apertados, cravando entre tábuas, num toiro que pouco ou nada colaborou.

O Grupo de Forcados Amadores de Salvaterra efectuou quatro tentativas de pega de caras, sem sucesso, tendo optado por resolver a questão com o recurso à pega de cernelha.

Houve alguma dificuldade em que o toiro encabrestasse, mas a vontade dos forcados era pouca ou nenhuma. O toiro foi vivo para dentro, para desânimo de alguns e alivio de outros tantos.

Este era um daqueles toiros que separa os homens dos meninos e o grupo não esteve à altura. Há que honrar a figura do Forcado Amador e não permitir que situações destas se repitam.

 

5º Toiro Nº 535 / 540 Kg

João Moura Jr andou de menos a mais nesta lide, brindando-nos com bons momentos de brega a duas pistas, rematando os ferros com piruetas na cara do toiro.

Pelos Forcados Amadores de Alcochete, António Manuel Cardoso teve algumas dificuldades, concretizando à terceira tentativa.

 

6º Toiro Nº 537 / 605 Kg

João Telles Jr cravou bons ferros numa lide animada que chegou ao público.

Levou novamente alguns toques nas suas montadas.

Naquele que era o toiro maior da corrida, o Grupo Forcados Amadores de Salvaterra optou pela pega de cernelha por Ramiro Sousa e Nilton Milho que entraram com decisão, efectuando ao primeiro intento.

Nota positiva para os três cavaleiros que, tendo terminado as suas lides com bons ferros, e apesar da insistência do público, resistiram à tentação de pedir mais um ferro.

Parabéns ao empresário Rafael Vilhais por mais uma aposta ganha. A afición está viva e a praça de Salvaterra foi mais uma prova disso mesmo, bancadas cheias até à última fila, assim dá gosto ir aos toiros!!!

Artigos Similares

Destaques