CDS aprova moção em Santarém pela Tauromaquia com patrimônio cultural imaterial nacional. 

A Assembleia Municipal de Santarém aprovou uma moção, apresentada pelo CDS-PP, que exorta o executivo camarário em articulação com outras entidades para desenvolver esforços para que a tauromaquia seja classificada como patrimônio cultural imaterial nacional. 

A moção foi apresentada por Pedro Melo no passado dia 28 de Dezembro, eleito pelo CDS na assembleia municipal e candidato a deputado pelo círculo eleitoral de Santarém à assembleia da república. A moção foi aprovada com 22 votos a favor, 7 contra e 11 abstenções.

Entre outros fundamentos a moção defende que a tauromaquia é uma tradição portuguesa secular, internacionalmente reconhecida, que o município de Santarém está ligado a esta actividade cultural há largas dezenas de anos, que têm a maior Praça de Toiros portuguesa, têm um grupo de forcados de renome que promove o nome da cidade com frequência em Portugal e no estrangeiro, trazendo à cidade milhares de pessoas para assistirem a corridas de toiros e espetáculos ligados ao toiro.

O texto refere que a tauromaquia tem características etnográficas que devem ser encaradas como patrimônio cultural imaterial à luz da legislação vigente e de conformidade pela UNESCO de 2003.

Ultimos Artigos

Artigos relacionados