Campo Pequeno: Cavaleiros e matadores recordam Bastinhas

Muitos foram os cavaleiros e matadores que conviveram com Joaquim Bastinhas. Leia o que muitos deles tem a dizer sobre o maestro que deixou uma grande saudade no coração de todos. 

Cavaleiro José Luís Cochicho : “Ao falar do meu querido Joaquim, não posso falar só de um homem marcante, ou de um toureiro fabuloso que se tornou na figura do toureio a cavalo mais carismática das últimas décadas. Falo de muito mais, pois o Joaquim representou para mim mais do que um amigo, que me deixa uma enorme saudade e que me marcou como homem e como toureiro. Juntos vivemos os momentos mais especiais da nossa juventude, vivi de muito perto os seus inícios como cavaleiro e ele os meus. Tal é o destino, que tomei a alternativa em Portalegre no dia 6 de Junho de 1987, com o João Moura como padrinho, e o Joaquim como testemunha. O que significa que no dia em que cumpro 32 de alternativa, vou estar no Campo Pequeno para homenagear esse amigo de quem falo, companheiro de tantas tardes, com quem competi dentro do ruedo, mas que apesar de tudo o que vivemos juntos e por muito que possa falar sobre ele, nunca serei capaz de explicar a falta que ele me faz e a saudade que me deixa. Vá por ti esta homenagem! Na próxima quinta-feira lá estarei, ao lado da tua família, pois tenho imenso orgulho em me sentir parte dela e tu parte da minha.”

Cavaleiro António Ribeiro Telles: “Somos da mesma geração, tirámos a prova de praticante no mesmo dia e a alternativa no mesmo ano. Corremos Portugal de lés a lés, a tourear juntos e até do outro lado do mundo, em Macau encontrámo-nos para fazer o que mais gostamos – tourear! Por tudo isto, tive uma enorme ligação ao Bastinhas. Falar dele como toureiro para mim: pelo seu grande carisma, foi um ídolo! Como colega e amigo, só quero agradecer-lhe a sua boa disposição, o seu companheirismo, a sua amizade e o seu carinho.”

Cavaleira Ana Batista: “O Joaquim Bastinhas é uma referência como homem e como profissional. Foi o meu padrinho de Alternativa e sempre manteve uma ligação muito próxima comigo, acompanhando a minha carreira e tendo sempre uma palavra nos momentos especiais. Foi um nome que marcou a história do Toureio a Cavalo, com uma enorme popularidade em todo o lado. Um verdadeiro ídolo!”

Cavaleiro João Moura Jr.: “Os maestros como Joaquim Bastinhas não morrem, apenas ficam invisíveis.”

Cavaleiro Frederico Cunha: “Meu amigo, deixaste esta vida muito cedo e fazes muita falta à festa e aos teus amigos. Como cavaleiro ocupaste sempre um lugar acima da média pela maneira brilhante de estar na praça e de comunicar com o público. Tenho muitas saudades de todos esses momentos. Um grande abraço e até qualquer dia!”

Cavaleira Soraia Costa: “O Mestre Joaquim Bastinhas foi uma figura incontestável da tauromaquia. Recordarei para sempre as palavras que me proferiu no dia da minha estreia, onde foi uma grande honra e orgulho ombrear com tão grande Mestre e tão grande pessoa.”

Matador de Toiros Manuel Dias Gomes : “Joaquim Bastinhas, a maior figura de popularidade do toureio em Portugal. Um toureiro do povo com uma raça e uma alegria características dos grandes toureiros e próprio dos portugueses. Orgulho-me de poder ter presenciado muitos triunfos de Joaquim Bastinhas. Toureiro de sempre e para sempre!”

Cavaleiro Paulo Caetano: “É impossível definir, em poucos parágrafos, um homem com a dimensão do Bastinhas.
Porém, inspirado pelo “namoro” intenso que existia entre o meu amigo Joaquim Manel e a Praça de Touros do Campo Pequeno, deixei que as palavras bailassem na minha cabeça. A primeira que me surgiu, foi Único.
Único na expressividade da sua arte, único na forma como chegava ao público, único quando sorria, porque esse sorriso vinha cheio de tudo o que sentia.
A segunda palavra foi Entrega.
À família entregou o seu incondicional amor, aos amigos o seu apoio, a todos, a sua genuinidade.
Para descrever o homem, a palavra certa é Grandeza.
Grandeza a sonhar, grandeza a realizar, grandeza total de carácter.
Para nos deixar como exemplo, seguramente ele escolheria três: Coragem, Entusiasmo, Alegria.
Para um amigo como eu, a que, irremediavelmente me resta, é a palavra saudade.”

Cavaleiro Rui Salvador: “Era único! Tinha todas aquelas características que faziam dele uma figura inigualável no meio taurino, como toureiro e como pessoa. Toureiro de características ímpares e popularidade extraordinária, como Homem e Amigo, deixa muita saudade! ”

Matador António J. Ferreira: “O maestro Joaquim Bastinhas foi e será sempre um toureiro de referência, viveu de e para a tauromaquia com um carisma inigualável”

Cavaleiro João Ribeiro Telles: “Maestro Joaquim Bastinhas, único e incomparável na tauromaquia e fora dela.
Uma figura inesquecível que marcou uma época. Lembro-me como se fosse hoje, eu muito novo acompanhava o meu pai às corridas e ficava doido porque no seu camião havia sempre chocolates e ele dava-me todos os dias!”

Artigos Similares

Destaques