Azambuja aprova moção para defesa da tauromaquia

“Tauromaquia é Cultura” assim se epigrafa a moção que partirá da Assembleia Municipal de Azambuja.

Foi apresentada e aprovada na última sessão da Assembleia Municipal de Azambuja a moção “Tauromaquia é Cultura” que será enviada ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ao Primeiro Ministro António Costa e à Assembleia da República.

Com os votos favoráveis do PS, PSD, CDS e CDU (e o voto contra do Bloco de Esquerda), o documento apela à importância do  “respeito mútuo, tolerância e defesa da liberdade”.

“A cultura não é uma questão de gosto. Segundo a Constituição da República Portuguesa, a cultura é um direito de cada cidadão, pelo que o Estado está impedido de a programar por questões éticas, políticas ou ideológicas. A ideia de o Governo ou os municípios impedirem a realização de touradas viola a lei fundamental e não tem qualquer cabimento legal”, pode ler-se na moção apresentada pelo PS.

É ainda manifestada a oposição à proibição da transmissão de touradas no serviço público de televisão, em resposta à indirecta do primeiro ministro socialista na carta aberta que escreveu a Manuel Alegre.

Artigos Similares

Destaques