A Palha Blanco viu o triunfo de Cortes em noite de Sardinha Assada

A tradicional Garraiada da Sardinha Assada, nos 90 anos do Colete Encarnado, foi uma noite em cheio!

Foram lidados novilhos de Mata o Demo, bonitos de tipo e bem apresentados. Uma novilhada de luxo. Muito no tipo Maribel Ybarra. Quanto ao comportamento, todos tiveram boas condições de lide. Destaque maior para os bravos e nobres segundo e quarto, regressaram ao campo e serão pais da ganadaria.

Abriu a madrugada desta emblemática data do calendário taurino mundial Marco Santos, numa lide por vezes intermitente. Não andou acertado de mão mas a vontade foi a sua maior virtude.

Francisco Cortes começa a ter a Palha Blanco como sua praça de eleição. Grande atuação deste jovem cavaleiro de Estremoz. Bem a cravar, bregar, rematando os ferros de forma superior. Rematou a lide com um grande ferro.

Luís Miguel Ferreira, foi autor de uma lide interessante. Deixou os ferros com desenvoltura, nunca voltando a cara ao opositor talvez o menos bom do curro.

Francisco Canales, chegou com força às bancadas. Cravou com solvência, tendo bons pormenores de toureio a cavalo.

A juventude do grupo de Vila Franca, apresentou-se em praça dizendo que mais noventa anos no mínimo estão assegurados. Boa noite de pegas.

Todos os novilhos foram pegados à primeira tentativa, com o grupo a ajudar bem, por intermédio de João Valença, Diogo Hartley, Vasco Carvalho e Lucas Gonçalves.

Dirigiu bem a Corrida Tiago Tavares, sendo o veterinário Moreira da Silva.

Artigos Similares

Destaques