Querido Mé

Escrevo-te estas linhas, como todos, ainda sem grande noção da tua ausência física. Esta nossa condição humana é tão limitada que não nos permite entender claramente os desígnios de Deus, mas a Fé que Ele nos permite ter não deixa dúvidas que já aí estás em cima, a gozar o bocado de Céu que conquistaste…